quinta-feira, 17 de novembro de 2011

요요 Coroa de Gloria 요요

Semeia o bem e você apanhará loureiros
A vida e como uma folha que nasce
Mas depende do caule, que depende da raiz
Que depende do solo, que depende da água
Que depende do homem. Para que dê doces frutos
A arvore bem regada será como uma coroa para ti
Oh! Jardineiro.
Assim é o amor ágape, Eros e fhilo
Sem rancores com teus amores
Que dão mais, os que dão menos e os que nada dão
Na estrada da vida, e do amor siga seu professor
Mas saiba; você será o que quer ser
Remova as dúvidas e não desperdice as modéstias
Não minto, simplesmente sinto e quando sinto; falo.
Eu e meus sentires...

Um comentário:

Maurélio disse...

Oi poetisa amiga Rosangela, belo texto poético, aplausos.