segunda-feira, 19 de novembro de 2012

Auto-biografia


Nome: Rosangela Colares
Nasceu em: Fortaleza – Ceara – Brasil
Atualmente: Em Fortaleza
Escreve desde 2008
Faço parte dos livros:  Antologia Luso Brasileira – Cruzada de poesia, 2011. Também estou na Antologia “ Trago-te um sonho nas mãos” projeto em dezembro de 2009 da poetisa portuguesa Vóny Ferreira e a Antologia 7 Pecados capitais, 2010.
Meus ídolos: Mário Quintana, Cecília Meireles e Castro Alves.
Fora os dos meus ídolos, gosto também de: Meus livros preferidos
Quase todos de Augusto Cury, Heróis da Fé, todos de Tommy Tenney,  O Monge e o Executivo, Ministério Feminino,A Grande Casa de Deus(Max Lucado) Alguns de Benny Hinn, Uma vida com propósito, O Corpo fala, Jesus o maior Psicólogo que já existiu, Quem mexeu no meu queijo, O Meio lendário Código da Vinci, Porque os homens fazer sexo e as mulheres fazem amor (livro científico, muito bom), A Herança Messiânica, A psicologia do lider - (antonio meneghetti, Hitler-O Livro Proibido, Os trinta papas que envergonharam a humanidade-Jeovah Mendes.
Frase da minha vida: A PALAVRA É A EXPRESSÃO DA ALMA E A VOZ É O ECO.  (Rosangela Colares)
O IMPORTANTE NO AMAR É AMÁ-LO MAIS,TRANSCENDER EROS E CHEGAR AO AGAPE, A ESPÉCIE DE AMOR QUE O SENHOR TEM POR NÓS. O QUE É EXCITANTE E BELO NO AMOR AGAPE É A DESCOBERTA DE QUE VOCÊ PODE REALMETE AMAR ALGUÉM PROFUNDAMENTE E TODAVIA PERMITIR QUE ESSA PESSOA TENHA COMPLETA LIBERDADE PARA CORRESPONDER-LHE DA MANEIRA QUE DEUS A ORIENTE RESPONDER.  (Rosangela Colares)

Links:

http://rosangelapoemas.blogspot.com.br/

http://www.luso-poemas.net/modules/yogurt/index.php?uid=12206

http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=54158

http://www.worldartfriends.com/pt/club/foto/rosangela-colares-4


quinta-feira, 1 de novembro de 2012

NO SILÊNCIO A POESIA GERMINA




NO SILÊNCIO A POESIA GERMINA


Esta manhã andei folheando os livros da vida
Suas folhas tinham-se tornado em matizes coloridas

Com palavras que escolhi, cartas do verão passado.

Olhei os poemas com letras desbotadas
Removi pecados passados em um texto amarelecido
Encontrei uma página em branco

Plantei os bulbos das palavras que me veio em mente
Plantei algumas consoantes
Caprichei um pouco mais em um quadro de vogais

Estou rodeada de fileiras de canteiros
Os acentos com um ar aromatizado
Semeado para fazer um pequeno recanto de lendas

Mais tarde preparou a praça de pontuação
Uma fila de vírgulas, um pouco de exclamações.
Uma saraivada de vários pontos e perguntas

Eu coloquei o efeito estufa na feira das Maiúsculas
Cobri parênteses com minúsculas
E cercado por caracteres, um tule especial.

Enxuguei a papelada com estilo
Armazenado em um frasco de vidro frágil inspiração
Fechou o livro na página e tornou-se febril

No jardim das palavras, a disposição chegou
Eu comecei plantando guardas not books
No silêncio, os poemas podem germinar.

Rosangela Colares










quinta-feira, 25 de outubro de 2012

Batizada com o nome Rosangela Helena Colares




Batizada com o nome Rosangela Helena Colares Alves,natural de Fortaleza – Ceará (Brasil). 

Auto-biografia da "Rosangela Colares":

Desde criança sempre acreditei nos meus sonhos e os tenho conquistado ano a ano, nunca desisto do que quero. Não tive uma infância muito fácil, tudo na minha vida foi difícil, por esta razão também cresci mais rápido. Sempre vi adiante, sou arrojada, perseverante e empreendedora.
Sou pastora, concluindo Teologia, no Seminário Teológico Baptista. Realizo meu chamado (missão) no bairro das Dunas em Fortaleza. 
Como missionária fui a Roma, Athenas, Egito, Israel e Paris, realizando assim mais uma parte dos meus sonhos que era pisar na terra prometida de Iêshua – Jesus.
Ser poeta é algo que está na alma. Ser poeta é ser sonhador e ousado é permitir que suas emoções sejam visitadas pelo público. 
Sempre digo que a palavra é a expressão da alma e a voz é o eco.
Acredito que a verve poética é algo que nascemos com ela, mas o aprimoramento dessa bela arte literária depende do nosso investimento da nossa dedicação. Como principiante de poeta pretendo um dia alcançar a realização deste sonho que me tornará assim uma pessoa completa e feliz.
Despertei para a escrita poética em 2008, data a partir da qual tenho vindo a escrever aos poucos, faço parte da Antologia Luso Brasileira – Cruzada de poesia. Também estou na Antologia “ Trago-te um sonho nas mãos” projeto em dezembro de 2009 da poetisa portuguesa Vóny Ferreira e a Antologia 7 Pecados capitais.
Sempre vi na poesia a minha terapia de vida, à pouco tempo que escrevo poesia e da qual já não posso passar e porque a poesia é universal e consegue entrar no coração de todos os que tem sensibilidade para apreciar essa literatura maravilhosa.

Links:
http://rosangelapoemas.blogspot.com.br/
http://www.luso-poemas.net/modules/yogurt/index.php?uid=12206
http://www.recantodasletras.com.br/autor_textos.php?id=54158
http://www.worldartfriends.com/pt/club/foto/rosangela-colares-4

sábado, 20 de outubro de 2012

Homenagem aos poetas




http://www.recantodasletras.com.br/audios/prosapoetica/40038


══♪♪♪♪♪♪══ Homenagem aos poetas ══♪♪♪♪♪♪══

O poeta nos brinda com palavras cheias de lirismo, romantismo, encanto.
Poema é convite a lindíssimas viagens.
O poeta é um incentivador de belos sonhos...estímulo
provocante de paixões intensas...
Entre prosas, rimas e versos é assim que o amor usa esse mecanismo mágico entre aqueles que acreditam em amor e felicidade.
Desejo que os dias vindouros sejam de paz, de poesias e de muito...muito amor.
PARABÉNS!

Rosangela Colares

SEGREDO


SEGREDO
 
Viajante dos sonhos, o poeta,
em devaneios, vive a sonhar
Sem medo, abre portas secretas
Proibidas por Zeus, de entrar.

Destemido enfrenta as quimeras
Das poesias desvenda o sagrado
E sonhando, as deixa mais bela
No sonhar, de versejo encantado.

Quem as lê, questiona intrigado!
De que dom, o viajante é dotado,
que o transforma, nesse ser mutante?

Esse milagre, nunca foi desvendado
Suas áureas porém, tem cor cintilante
Quiçá! Não é esse o segredo guardado?

Rosangela Colares



segunda-feira, 13 de agosto de 2012

Sou principiante na arte da poesia.





Sou principiante na arte da poesia.

Procuro em meus simples escritos deixar uma certa
metáfora mesclando o vivido do não vivido, sempre
buscando um equilíbrio com o real deixando no ar um
mistério. Uso muito do meu cotidiano e inclusive
experiências em aconselhamentos (terapia).
Por ter um cargo eclesiástico deixo bem claro que o eu e
o sujeito lírico não deve ser confundido com o
poeta ou narrador. (Rosangela Colares)
Sou principiante na arte da poesia.
Procuro em meus simples escritos deixar uma certa
metáfora mesclando o vivido do não vivido, sempre
buscando um equilíbrio com o real deixando no ar um
mistério. Uso muito do meu cotidiano e inclusive
experiências em aconselhamentos (terapia).
Por ter um cargo eclesiástico deixo bem claro que o eu e
o sujeito lírico não deve ser confundido com o
poeta ou narrador. (Rosangela Colares)

segunda-feira, 23 de julho de 2012

Uma estrela colorida

Uma estrela colorida

Coloco as minhas imagens no limiar da partida
Cheia dos meus melhores dias
Das minhas memórias bebo o néctar dos deuses
Coloquei nos meus momentos de vôo
Penas de minhas asas douradas
Ecos que ressoam em meu coração, novamente...
Sinto o hálito quente do meu anjo da guarda
Poderia manter as cores decoradas
Um céu de arco-íris em pó colorido
Enfeitando meu dia D
Ainda sonho com a chuva caindo de nossas mãos
Impregnadas com um sutil odor do amor
Estou indo, mas levo comigo  a chave.