segunda-feira, 2 de maio de 2011

Meu tesouro oculto





Eu procuro a luz transiente
A Lua uma estrela sentimental
Que brilha, apesar de sua ausência
[O eco da tua voz preenche todos os meus silêncios]


Meus sonhos não possuem janelas para o teu mundo
Nem na minha pena um olhar nos tons do teu céu
Se você não estiver relacionado a minha lua fecunda
Quando  a tinta fluir para encontrar o reflexo dos seus olhos


Eu procuro o sopro de sua boca
Na doçura da minha boca
Véu de seus desejos em minhas orações,
Quem vai me levar para as suas fronteiras?


Minhas palavras não tem graça sem o talento de suas linhas
Nem as minhas linhas sem o cheiro de suas noites
Se você não me ensinar a linguagem dos sinais
A distancia chega em nossas almas de noite


Eu procuro sua voz evanescente
Que vibra em mim, verve deslumbrante
Que me diz para acreditar que ainda há um amanhã
E que capta meus pensamentos


O meu amor nasce com nobreza
Do meu coração quero que ecoe as melhores canções
(Se voce não me mostrar gestos de carinho)
A paixão escorrerá pelos meus pés que agora estão pendurados na janela, frente à lua.


Eu procuro a luz transiente
A lua uma estrela sentimental
Que brilha, apesar de sua ausência
[O eco da tua voz preenche todos os meus silêncios]

Rosangela Colares

Nenhum comentário: