quarta-feira, 14 de abril de 2010

Vale dizer eu te amo






Todos nós precisamos de afeto. Às vezes temos alguma dificuldade para expressar nossos sentimentos, acreditamos que as pessoas saibam o que sentimos e que é o suficiente.
Há muitas pessoas que morrem de fome no mundo, como todos sabemos, mas quantos morrem de solidão? A estatística aumenta a cada dia.

Freqüentemente recebemos mensagens falando como devemos dizer às pessoas que nós a amamos, porque não estamos certos se esta talvez não seria a última vez que iremos vê-los. Mas isto é só para remover-mos o peso da consciência, porque sabemos que as pessoas que amamos podem desaparecer de um momento para o outro.

Devemos nos preocupar com às pessoas que amamos como se estivéssemos conquistando um belo sorriso ou um olhar especial. Ainda o mais importante, seu coração.

Um dos maiores prazeres da vida é ver a felicidade daqueles que nos são caros. Alguns anos atrás eu escrevi algo para uma amiga num momento em que ela não estava sentindo-se bem: "Não fique triste. Se você está triste, eu vou ficar triste. E eu não quero que me vejas triste ..."

Em contrapartida ganhei um grande sorriso. Neste período, aparentemente egoísta, acabei por dizer uma grande verdade. Sim, porque se não fizermos com que os outros sejam feliz para eles, devemos fazê-lo, pelo menos para nós. Quando estamos bem, aprendemos nem que seja um pouco um com o outro.

Podemos saber que alguém nos ama e que nos faz feliz, mas como explicar a grandeza da felicidade que sentimos se não tivermos o poder de transforma-lo em palavras, gestos? Quando assim o fazemos, nos sentimos amado duas vezes mais. Assim, é muito importante que as pessoas saibam como eles são importantes para nós, como nossos dias podem brilhar com um sorriso ou um gesto inesperado.

E luz é algo que, quando usamos, para além de nós, iluminaremos a cruz, e ela também nos ilumina.
O amor que damos às pessoas, recebemos em troca, se não delas mesmas, recebemos de Deus, acredite, é uma recompensa natural.

Sabendo que alguém acredita em nós, alguém que nos ama, apesar da distância, dos nossos defeitos, os nossos momentos de dor e dificuldades, a nossa alma torna-se cheia de paz e serenidade. É como uma lufada de ar fresco, quando precisamos de espaço para respirar. Ela renova o espírito. E com a renovação do espírito, o dia pode parecer diferente, o mundo pode ser diferente.

É a minha pequena lição de hoje. Não que eu dei, mas que aprendi.

2 comentários:

anatomiadoreal disse...

Eu já comentei este poema no site "luso poemas, mas ele toca-me de uma forma tão forte que tive de dizer de novo isto!
è lindo , muito lindo!
Dei uma olhada por alguns dos seus poemas e me encantei pelo blog.
Parabéns !

Retalhos disse...

Belo...

beijinho
Isa