sexta-feira, 29 de abril de 2011

Poesia em sussurros






Em sua ausência
Eu tenho usado a primavera como cúmplice
Nos meus sonhos eu coloco o sol
Vi você dançando na borda da minha pálpebra
Na esquina de uma estrela circumpolar
Nesse mundo eu estava só
Eu limpei a chuva
Meu corpo refloresceu
Deixe-me beber a imaginação
Era um paraíso só meu
Minha poesia em emoções sussurradas
Na porta da minha alma
Com uma fragrância de macadâmia
Na prateleira do meu coração
O horizonte do nosso jardim.
E quando o sol amadurece o fogo
Fico febril
Oscilando em torno dos meus sentires..


Rosangela Colares



Nenhum comentário: